Educação profissional no Brasil

Capa
Cortez Editora, 2002 - 317 páginas
1 Resenha
Este livro constrói um retrato da educação profissional do Brasil contemporâneo, tomando como ponto de partida as relações e tensões entre trabalho, escola e profissionalização, vistas de uma perspectiva histórico-sociológica. Faz breve recuperação histórica das concepções e práticas que marcaram o desenvolvimento da Educação Profissional na sociedade brasileira, desde o período da colonização até nossos dias, com destaque para o projeto de reforma da Educação Profissional instituído pelo Estado, mediante o Decreto 2.208/97. Contempla e analisa os principais projetos, experiências e agências formativas de Educação Profissional existentes nos diferentes espaços da sociedade civil, destacando as iniciativas do Estado, dos empresários e das organizações populares e sindicais. Além de elaborar uma radiografia das iniciativas de Educação Profissional na atualidade, mostra que a educação se efetiva nos diversos espaços da sociedade, extrapolando o âmbito puramente escolar. Contém também uma análise das atuais políticas públicas de formulação, financiamento e gestão da Educação Profissional e dos desafios que essas políticas envolvem.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Manfredi trata no capítulo "trabalho, profissão e escolarização" sobre os altos níveis de escolaridade associados a melhores empregos, e da complexidade existente na relação entre escola e profissão. Faz uma referência evolutiva do trabalho/emprego e aborda questões como o tipo de formação a ser privilegiada: formação geral ou formação técnica e tecnológica. 

Conteúdo

aos professores
9
lâ Parte A Educação Profissional ontem e hoje
27
Educação e trabalho entre os povos nativos
66

13 outras seções não mostradas

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas