Desenvolvimento como liberdade

Capa
Companhia das Letras, 2000 - 409 páginas
1 Resenha
São muitos os males que assombram a opulência sem precedentes do mundo em que vivemos - a pobreza extrema, a fome coletiva, a subnutrição, a destituição e a marginalização sociais, a privação de direitos básicos, a carência de oportunidades, a opressão e a insegurança econômica, política e social. Eles compartilham, diagnostica Amartya Sen, uma mesma natureza - são variedades de privação de liberdade. Através de uma análise que restaura a dimensão ética e política de problemas econômicos cruciais, o autor apresenta aos leitores não-especialistas as vantagens teóricas e práticas de uma idéia radical - o desenvolvimento é essencialmente um processo de expansão das liberdades reais de que as pessoas desfrutam.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

- Há uma excelente resenha disponível em: http://www.fep.up.pt/docentes/joao/material/desenv_liberdade.pdf, de autoria de João Oliveira Correia da Silva, da Faculdade de Economia do Porto, Pt texto apresentado no Programa de Doutoramento em Economia,

Informações bibliográficas