Da cor à cor inexistente

Capa
Senac Nacional, 2010 - 254 páginas
Pintor, professor e pesquisador, Israel Pedrosa revelou em 1967 o domínio da cor inexistente depois de 16 anos de pesquisa. Publicado em 1977, esse verdadeiro tratado histórico sobre as cores chega à 10a edição com a importância que apenas as obras clássicas mantêm. O livro aborda o desenvolvimento da teoria das cores desde Da Vinci, passando por Newton, Goethe, Maxwell e Chevreul, entre outros estudiosos, e trata com clareza de temas como harmonização das cores, mutações cromáticas e cor inexistente. Um título indispensável para artistas, designers, professores e estudantes de arte.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas