Cocanha: a história de um pais imaginário

Capa
Companhia das Letras, 1998 - 313 páginas
0 Resenhas
Mito, utopia, ideologia, sonho que alimenta o imaginário de vários povos, sob as formas mais diversas. A maravilhosa Cocanha é isto - terra de abundância, liberdade, ócio, prazeres absolutos, eterna juventude... Trazida ao tempo e ao espaço por um poeta anônimo francês de meados do século XIII, essa velha tradição oral foi cantada em verso e prosa durante séculos, em todos os cantos do mundo. Neste cuidadoso ensaio, a Cocanha é abordada a partir das consições sociais, políticas e religiosas que propiciaram o aparecimento de suas primeiras versões escritas, no Norte da França e na Inglaterra. Recorrendo a fontes dos séculos XIII ao XX, Hilário Franco Júnior não somente mostra a imensa riqueza cultural da Cocanha como percorre os caminhos dessa terra desejada por muitos e desfrutada por quase ninguém.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

Prefácio de Jacques Le Goff
7
Introdução
15
O Fabliau de Cocagne mosaico textual
25

10 outras seções não mostradas

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Referências a este livro

Todos os resultados da Pesquisa de Livros do Google »

Informações bibliográficas