Clássico e anticlássico: o Renascimento de Brunelleschi a Bruegel

Capa
Companhia das Letras, 1999 - 497 páginas
0 Resenhas
Nesta brilhante coletânea de artigos, o autor de Arte moderna propõe uma análise extremamente original da arte renascentista. SUa abordagem pode ser resumida na rivalidade entre os artistas da época: os clássicos - que se inspiravam nos modelos da Antiguidade - e os anticlássicos - que pretendiam superar esses modelos. EM outros termos, clássico seria o moderno que procurava superar padrões herdados dos antigos, enquanto o anticlássico reinterpretaria os velhos cânones da representação. ARgan analisa a obra de grandes mestres da pintura, da escultura e da arquitetura - como Botticelli, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Brunelleschi -, e, numa linguagem precisa mas cheia de entusiasmo, mostra que nelas permanece viva a eloquência de cada artista.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Referências a este livro

Informações bibliográficas