Chica da Silva e o contratador dos diamantes: o outro lado do mito

Capa
Companhia das Letras, 2003 - 403 páginas
Romances, cinema e televisão conferiram a Chica da Silva uma imagem de mulher sedutora, mas Júnia Ferreira Furtado mostra que a vida da ex-escrava, nascida no arraial do Tejuco, atual Diamantina, contradiz o mito. A autora distingue a personagem histórica dos estereótipos a que foi reduzida e revela particularidades desconhecidas sobre os costumes da sociedade mineira colonial, o cotidiano das mulheres forras e as relações raciais nas Minas Gerais do auge da mineração.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Rótulos midiático Uma negra não pode se destacar em uma sociedade de brancos. Se ela não sair do seu lugar ;
do trabalho braçal, das casas de família ou numa indústria, mas na faxina, jamais será incomodo.
Mas se entra em evidência ai o bicho pega. Foi o caso de Chica Da Silva, ela ousou saiu do tape
tinho do castigo. Sonhou, alcançou, foi apedrejada, mas conseguiu o que quis. Há anos luz de sua época, mesmo sem saber sofreu o sexismo de hoje.
 

Conteúdo

Agradecimentos
11
TERRA DE ESTRELAS
27
CHICA DA SILVA
47
Direitos autorais

11 outras seções não mostradas

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas