Coesão e coerência textuais

Capa
Ática, 2007 - 104 páginas
1 Resenha
O que é texto? Como distinguir um texto bem elaborado de meros aglomerados de palavras? Qual a função de seus diversos elementos lingüísticos? Essa funcionalidade não pode ser explicada no âmbito da frase - o texto contém mais do que o sentido das expressões da superfície textual, pois deve incorporar conhecimentos e experiência cotidiana, atitudes e intenções. Neste livro, a autora examina dois dos fatores de textualidade - coesão e coerência -, procurando tornar explícitos esses mecanismos, valendo-se de exemplos retirados da obra de autores como Carlos Drummond de Andrade e Luis Fernando Verissimo, entre outros.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

FICHAMENTO
Disciplina: Leitura e Produção de Texto
Universidade Anhanguera - Uniderp
Centro de Educação à Distância
Curso: Serviço Social
1º Semestre / Turma 12
Tutora Interativa: Ângela Catonio
Tutora Presencial: Adriana Nascimento
Aluno: Wanderlânia S. Oliveira de Sampaio
Indicação bibliográfica
Lopes Fávero, Leonor. Coesão e coerência textual: COESÃO E COERÊNCIA TEXTUAL. 2.ed. São Paulo: Ática, 1983. v. 2 p. 08 a 104.
Palavras-chave
COESÃO/linguística; ANÁLISE DO DISCURSO; LINGUISTICA.
Tipo de obra: Livro
Ano de publicação: 1993
Editora: Ática
Edição: 2ª
Páginas: 104
Titulo: Coesão e Coerência Textuais
Autor: Leonor Lopes Fávero
Resumo
Ao abordar o tema “Coesão e Coerência Textuais”, espera-se que possa compreender a questão da coerência e coesão como uma superação e ruptura das categorias gramaticais, ou tido de outra forma, as diferenças entre análise gramatical e análise linguística.
A referência à gramática diz respeito à normativa, ou seja, a gramática que busca ditar, ou prescrever, as regras gramaticais de uma língua, posicionando as suas prescrições como a única forma correta de realização da língua, categorizando as outras formas possíveis como erradas.
A oposição entre análise gramatical e análise linguística aqui é apenas uma forma de separar o “trigo do joio”, uma vez que a gramática como a conhecemos hoje é constituída no lastro da tradição dos clássicos literários enquanto a análise linguística se constitui a partir de um arcabouço teórico.
A questão é a descontinuidade que há entre um conjunto de idéias que, em contexto, dão sentido ao discurso.
Coerência
A coerência diz respeito à ordenação das idéias e dos argumentos. A coerência depende da coesão. Um texto com problemas de coesão terá, provavelmente, problemas de coerência.
A coerência resulta da relação harmoniosa entre os pensamentos ou idéias apresentadas num texto sobre um determinado assunto. Refere-se, dessa forma, ao conteúdo, ou seja, à seqüência ordenada das opiniões ou fatos expostos.
Exemplo de Coerência
“A modelo pousou para o fotógrafo.”
CORREÇÃO: “A modelo posou para o fotografo”.
"O aumento do desemprego foi de 0% em novembro.”
CORREÇÃO: “Não houve aumento do desemprego em novembro.”.
"A nova terapia traz esperanças a todos os que morrem de câncer a cada ano."
CORREÇÃO: “A nova terapia traz esperanças a todos os que sofrem de câncer a cada ano.”.
A coerência não se preocupa com a estética, mas com o sentido apresentado no texto ou na fala.
Coesão
O texto é produzido através da organização de palavras que se unem, adequadamente, umas às outras. Assim, os termos vão formando uma oração, e as orações vão constituir períodos.
A coesão é a correta ligação entre os elementos de um texto, que ocorre no interior das frases, entre as próprias frases e entre os vários parágrafos. Pode-se dizer que um texto é coeso quando os conectivos (conjunções, pronomes relativos) e também a preposição são empregados corretamente.
Portanto, a coesão refere-se à forma ou à superfície de um texto. Ela é mantida através de procedimentos gramaticais, isto é, pela escolha do conectivo adequado na conexão dos diversos enunciados que compõem um texto.
Exemplos de Coesão
“Moradia e educação é direitos do cidadão.”
CORREÇÃO: “Moradia e educação são direitos do cidadão”.
“Agente vive bem em Brasília.”
CORREÇÃO: “A gente vive bem em Brasília.” ou “Nós vivemos bem em Brasília.”
“Cadernos apartir de R$2,00.”
CORREÇÃO: “Cadernos a partir de R$2,00.”
Sendo assim, é possível concluir que a coesão se refere aos aspectos formais do texto.
São erros de coesão:
Má concordância, repetição desnecessária, pronomes indevidos e palavras inapropriadas.
Citações
“A coesão textual, isto é, as
 

Informações bibliográficas