Cá entre nós

Capa
e-galáxia, 14 de set. de 2017 - 104 páginas
Há som, quando uma árvore desaba numa floresta, se não tiver alguém para ouvir? Não, a queda da árvore gera vibrações. O som só ocorre se elas forem percebidas por um ser vivo! Talvez o que eu perceba como uma cor e cheiro, não é exatamente igual à cor e cheiro que você percebe, e isso nunca saberemos. Quando olhamos para um céu estrelado, vemos um antigo mosaico temporal, já que a luz que chega até nós partiu de cada estrela há muito tempo, e em momentos distintos. O que enxergamos depende de nossas expectativas, daquilo que esperamos encontrar, embrulhadas em emoções de medo, raiva, compaixão... Pessoas, escolas, livros, palavras escritas ou ditas também nos mostram o mundo, sob variadíssimas formas que dependem da experiência pessoal, aprendizado, imaginação, memória, e valores. Conhecer o mundo é um exercício de conexão. A comunicação é o processo por meio do qual fazemos as trocas de mensagens – o que nos aproxima e o que nos distancia do outro. Pela maneira como usamos nossos sentidos, nossos conhecimentos, emoções, experiências e motivação construímos uma ponte ou uma barreira entre nós e os outros. Cá Entre Nós é uma tentativa de facilitar a construção de pontes.

De dentro do livro

Conteúdo

Seção 3
Seção 4

Sobre o autor (2017)

Olga Curado é jornalista, escritora, poeta e consultora de comunicação de lideranças empresariais, políticas e de artistas. Atuou como repórter, editora e executiva dos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo e por quase 15 anos na Rede Globo de Televisão, no Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais e Londres. 

Desde o ano 2000 é consultora em gestão de crise de imagem e preparadora de líderes para a comunicação interpessoal, utilizando metodologia própria, baseada no Aikido, arte marcial japonesa em que é faixa preta. Criou e desenvolveu a análise de imagem, o iVGR. Fundou e dirige a Curado & Associados.

Informações bibliográficas