Brincar e Suas Teorias

Capa
Cengage Learning Editores, 1998 - 172 páginas
7 Resenhas
O livro trata de concepções sobre o brincar provenientes de três campos de estudo - socioculturais, filosóficos e psicológicos. Pesquisadores franceses discutem o brincar como fenômeno cultural e ressaltam aspectos culturais expressos nos 'livros-surpresa'. Perspectivas filosóficas sobre o brincar introduzidas por Froebel e Dewey merecem destaque, ao lado de teorias psicológicas como as de Wallon, Vygotsky, Bruner e Lacan, analisadas pelo grupo brasileiro. A obra destina-se a professores do Magistério do Ensino Médio, a alunos e professores de graduação e pós-graduação nas áreas de Pedagogia, Psicologia e correlatas, bem como a todos os que se interessam pela criança e seu brincar.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Conteúdo

II
19
III
33
IV
55
V
57
VI
79
VII
109
VIII
111
IX
123
X
139
XI
155

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas