Andarilhos e cangaceiros: a arte de produzir território em movimento

Capa
Editora da Univali, 1999 - 235 páginas
0 Resenhas
Cada um dos ensaios que se seguem neste livro trata, com o auxílio de alguns operadores teóricos, de descrever a produção territorial de grupos cuja qualificação do espaço não se dá em torno de um lugar pontual de habitação. Os grupos estudados nesta obra não habitam a aldeia, nem a cidade, nem a vila. Não são, a rigor, nem rurais, nem urbanos. Os casos estudados aqui dizem respeito à arte de produzir território em movimento.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas