A vida como ela é--

Capa
Agir, 2006 - 605 páginas
Nelson Rodrigues já era Nelson Rodrigues quando, em 1961, organizou esta antologia, que reunia em livro pela primeira vez parte da série 'A vida como ela é'. Samuel Wainer, dono do jornal 'Última hora', queria uma coluna em que o autor de 'Vestido de noiva', 'Anjo negro' e 'Álbum de família', retratasse, com um toque ficcional, uma história da vida real. Combinação perfeita para um dramaturgo sofisticado que, desde sempre, respirava jornal. 'A vida como ela é' estreou em 1950 e em pouco tempo era um sucesso popular. Como o melhor jornalismo, falava direto ao público; como a literatura mais sofisticada, fazia tremer suas convicções. Por seu alcance e perenidade, teve várias encenações em mais de 50 anos. Foi programa de rádio nos anos 1960, narrado por Procópio Ferreira, e disco, lançado pela Odeon. Foi transformada em fotonovela. Deu origem a um dos grandes sucessos do cinema brasileiro, 'A dama do lotação'. Na década de 90, foi grande sucesso no teatro, em encenação premiada de Luiz Arthur Nunes.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

“A Vida Como Ela é” inicialmente era o título de uma coluna do jornal “Última hora” assinada por Nelson Rodrigues onde ele trazia suas crônicas da vida real retratadas diariamente. O Rio de Janeiro da década de 50 e 60 foi o cenário típico destas irreverentes histórias.
Depois de ter sido difundida em jornal, rádio e de ter virado, inclusive, fotonovela, “A Vida Como Ela é” virou sucesso absoluto e, hoje, pode-se acompanhar algumas das tramas em livro. Com narrativas que enaltecem a realidade com um toque de ficção, os relatos tem um ar divertido que denotam claramente o estilo do escritor.
É o tipo de livro que você ama ou odeia. Pessoalmente, eu adorei! E, você?
----
Por: http://dicadelivro.com.br/
 

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas