A política nos quartéis: revoltas e protestos de oficiais na ditadura militar brasileira

Capa
Zahar, 2012 - 263 páginas
0 Resenhas
Capitães amotinados e coronéis conspiradores; generais que caíram em desgraça e políticos golpistas dissidentes. A historiadora francesa Maud Chirio revela um ponto de vista original sobre o regime militar brasileiro ao retratar a intensa vida política dentro das Forças Armadas durante o período. Seu foco são os oficiais de patentes médias ou inferiores, que foram a favor do golpe de 1964, mas terminaram sendo politicamente derrotados. Para escrever o livro, Chirio utilizou uma extensa bibliografia, além de realizar entrevistas inéditas com antigos participantes do regime militar, o que lhe possibilitou a leitura de documentos muitas vezes secretos ou pouco acessíveis. O panorama que traçou revela uma fina compreensão sociológica da instituição militar. Um contexto que propiciou manifestos, pressões, panfletagem, protestos, revoltas e até atentados promovidos por oficiais. Influiu, ainda, diretamente sobre as escolhas políticas, econômicas e policiais do poder ao longo dos 21 anos da ditadura deflagrada com o golpe de 1964. A política nos quartéis é um marco na renovação dos estudos sobre o tema.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas