A poesia e a crítica: Ensaios

Capa
Companhia das Letras, 5 de jun de 2017 - 240 páginas
0 Resenhas
Ao longo de treze ensaios, o poeta, letrista e filósofo analisa aspectos da poesia e da cultura contemporânea com erudição e vivacidade. O que faz de um poema um poema? Escritos entre 2006 e 2016, os treze ensaios que compõem este livro tratam de poesia, crítica e filosofia e procuram pistas para responder a essa pergunta aparentemente simples. Com exceção do último texto, que explora o impacto do romance A montanha mágica em sua própria formação intelectual e emocional, Antonio Cicero esmiúça, com erudição e clareza, temas relacionados à lírica. Ao examinar a obra de Fernando Pessoa, Friedrich Hölderlin, Carlos Drummond de Andrade, Ferreira Gullar e Armando Freitas Filho, o autor – também ele um dos principais poetas em atividade no Brasil hoje – joga luz sobre a contracultura, a modernidade e a relação da poesia com a música, numa reflexão original e arguta sobre a cultura contemporânea.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Sobre o autor (2017)

Antonio Cícero nasceu no Rio de Janeiro, em 1945. Formou-se em filosofia na Universidade de Londres. Poeta e letrista, é autor do ensaio O mundo desde o fim (1995), de duas coletâneas poéticas: Guardar (1997, Prêmio Nestlé de Literatura Brasileira) e A cidade e os livros (2002), e de Finalidades sem fim – ensaios sobre poesia e arte (2005).

Informações bibliográficas