A Câmara Clara

Capa
NOVA FRONTEIRA, 2018 - 112 páginas
Publicado pela primeira vez 1980, A câmara clara inovou a abordagem da linguagem fotográfica e se tornou uma das maiores referências no assunto até hoje. O clássico de Roland Barthes não é um tratado sobre a fotografia como arte, nem uma história sobre o tema. Como em muitos de seus trabalhos, o escritor francês rejeita os caminhos mais percorridos e se lança à tarefa de decifrar o signo expressivo, o objeto artístico, a “obra” entendida como mecanismo produtor de sentido.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas