Žižek crítico: política e psicanálise na era do multiculturalismo

Capa
Hacker, 2005 - 206 páginas
0 Resenhas
Slavoj Zizek constrói em sua obra uma reflexão sobre a lógica cultural do capitalismo globalizador. 'Zizek crítico' apresenta um panorama sobre sua obra que atesta uma forma original de tratar a cultura e a política, além de uma intensa interlocução com a cultura popular e o cinema, com a teoria feminista e com o ativismo multiculturalista. Zizek cria novos rumos para os teóricos da democracia radical e do pós-marxismo; por outro lado, provoca o pensamento psicanalítico lacaniano para fora de sua clausura institucional, pondo-o em contato com as grandes questões do pós-estruturalismo francês, com a filosofia da linguagem anglo-saxônica e com a tradição dialético-fenomenológica germânica. O livro traz uma seqüência de seis artigos - no primeiro, o próprio Zizek escreve sobre o multiculturalismo; Christian Dunker faz o percurso crítico da obra de Zizek; José Luiz Aidar Prado investiga a atitude crítica do intelectual atual a partir da obra de Zizek; Vladimir Safatle fala sobre as mudanças do supereu na sociedade de consumo globalizada; Ian Parker faz a crítica da leitura do marxismo feita por Zizek; e Peter Dews examina a leitura que Zizek faz de Schelling, uma de suas principais fontes na filosofia.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas